segunda-feira, 21 de maio de 2018

QUERO 💝


QUERO 💝 

Quero amar-te com o olhar
Perder-me nele
Para me encontrar
Quero tocar-te
Sentir-te
Percorrer-te
Esse teu corpo
Para abraçar-te
Com o meu beijo 
Vem que eu te espero
Com loucura 
Para me entregar
E sufocar-me em ti
Faz-me sentir que sou tua
Que me amas
Tanto quanto eu te amo
Peço-te, mas tu sabes
Que hoje preciso de ti
Como amanhã amor.

💝 




💝

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

quinta-feira, 10 de maio de 2018

VESTE O MEU CORPO 💕🌸


VESTE O MEU CORPO

Veste o meu corpo
Com o teu corpo
Com o teu abraço
Com o teu carinho
Com a tua amizade
Com o teu companherismo
Com o teu amor
Com a tua liberdade
Com a tua cumplicidade
Com o teu olhar
Com a tua aventura
Com o teu desejo
Com o teu beijo
Com a tua ânsia de viver
Com a tua loucura
É no teu corpo 
Que permaneço inteira
Veste-me o corpo 
E despe-me a alma
 Pois
Amar-te  não foi corpo
Foi essência 
Não foi sexo foi alma
🍁

Isabel Morais Ribeiro Fonseca






sexta-feira, 4 de maio de 2018

CAMINHO 🌹🌹


CAMINHO 

Caminho pelas ruas do esquecimento
No chão onde me deixaste perdida
No sabor orvalhado de estrelas
Para beijar-te com a poesia na boca
Para contar os sonhos que por ti criei
No tempo em que o tédio fugia de nós
E os teus olhos cobriam-me da noite
Neste caminho de pedras que submissamente 
O teu corpo me tapava com flores
Para caminhar pelas pedras onde deixei
A minha alma, pois o coração contigo ficou
Para amar-te se me deixares.





🌹🌹
༻❀༺༻❀༺༻❀༺

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

quinta-feira, 3 de maio de 2018

FADO DA SAUDADE 💘


FADO DA SAUDADE

Fado vadio, fado da saudade
Nesta noite fria bebemos um vinho
Um tinto maduro, amargo como a vida
Com o travo a alecrim, a rosmaninho
Ou talvez um bom vinho do porto
Na sala toca-se, canta-se o martírio maior
O fado de dor, da saudade meu amor
Choram as nossas dores ao som dos passos
Da vida feita em pedaços, melodia orvalhada
Refeita de felicidade, do passado, presente
Na sala o silêncio é total, nesta noite fria, já quente
O coração fala mais alto, segredos sem voz
Com o silêncio a tristeza cala-se, inibe-se de amor
Na rua escura ausente de pranto, não passa ninguém
Voz magoada, flor do deserto, de uma canção tão bela
Que nem às paredes caiadas, nem a Deus me confesso
Dos teus fixos olhos castanhos, já presos nos meus
Fado de lágrimas cansadas de quem já muito ama e amou.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

💘💘



sábado, 21 de abril de 2018

TRÁS-OS-MONTES (...)💕



"TERRA QUENTE"

Trás-os-Montes
Terra fria, gelada
Com mantos negros de lã
Sente-se amor
Sente-se a morte
Vence-se o luto
Das noites escuras
Da dor das gentes
Cravos espetado
Sentimentos singelos
Inocentes, marcados
Lágrimas perdidas
Amargas e sentidas
Terras geladas e frias
Quentes como as castanhas.

🐗 🐗 🐗 🐗 🐮 🐮






 TERRA FRIA

Este Trás-os-Montes
Onde deixei a minha alma
Reino encantado de cores
 De aromas, de amores
Entre as fragas, dos ecos das vozes
Perdi as letras, os poemas
O tempo, o velho, o novo
A paz, o sono, o costume
Deixei de sonhar, mas não de amar
Neste Trás-os-Montes
Onde deixei e perdi a minha alma

🍄 🍄 🍄 🌷 🌷 🌷


Trás-os-Montes. (...)💕

ESTE
💕
Trás-os-Montes, terra fria
Quente como as castanhas
Das azedas que deixam saudade
Com os mantos feitos de lã
Vê-se um mar de fragas
Num oceano megalítico
Onde ninguém fica
Indiferente certamente
Ama-se, chora-se, ri-se
Vence-se a dor, o luto
De sentimentos singelos
Na saudade da branca neve
Paisagem do lar que se deixa
Para trás dos segredos da natureza
Terra maravilhosa de um mar de pedras
Entre a solidão singela
Reza-se o terço, as alminhas
Sagrada com mil certezas, sepultado
No saborear no pão nosso de cada dia
Este maravilho nevoeiro que ao longe
Se vê entre as giestas, fumeiro
Que mata a fome a quem trabalha a terra
Deste maravilhoso reino que é Trás-os-Montes.


🍁 🍁 🍁 🍁 🍁 🍁



sexta-feira, 13 de abril de 2018

ANTIGAMENTE 🌿 ♫





“Antigamente, antigamente
Havia o hábito de escrever
No papel com caneta
Onde se perfumavam as cartas escritas
De amor, de paixão, de saudade
Hoje existe internet, facebook
Mas não é a mesma coisa.”



Mia Rimofo


terça-feira, 3 de abril de 2018

SOLDADO GUERREIRO 🗡️





SOLDADO GUERREIRO 🗡️


Guerreiro ferido de um lar distante
De cabeça rapada, quase louco
Onde foge da morte certa
Como escravo cativo
De tantas, tantas incertezas
Soldados escondidos entre os corpos
Moribundos abandonados
À sua sorte tantas vezes
Onde a besta cobiça
Os seus frágeis corpos
De cabeças rapadas
Para não ficarem cheias de bichos
Da fome sentida no corpo
Sujos cheios de lama
Onde as lágrimas estão enferrujadas
De dor, de saudade
Lembranças que assaltam as suas mentes
Já fragilizadas com as lâminas de aço
Que lhes fere com intensidade a alma
Tantas vezes o coração, soldado guerreiro
Grita no vento todo o seu desalento.