terça-feira, 26 de janeiro de 2016

COZINHO NO FOGO

COZINHO NO FOGO

Cozinho no fogo do teu olhar
Desejos de pensamentos carnais
Piso a neve fria branca descalça
Vomito palavras ardentes na alma
Que me queima o sangue do corpo
Letras tuas que saem da minha boca
Na parede do nevoeiro de pura neve
Entre a chuva silenciosa de um silêncio
As mãos invisíveis acariciam os quadris
Que se escondem quando a memória
Do corpo é a luz do próprio pensamento
Sente um beijo suave sobre o coração
Eterna noite nos teus quentes braços
Entre todas as carícias de beijos sem parar
Cobrindo todo o teu corpo frio, no meu
Flores da minha agonia, do meu desejo
Outono, primavera, verão, inverno em ti
Cozinho no fogo da tua carne de tantos desejos
Desejos do meu corpo ao encontro do teu.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

SEGREDO

SEGREDO

Procuro-te nas sombras
Nos sonetos do teu corpo
Entre o mel da tua boca
Afago de beijos loucos
Enlouqueço no teu corpo
Onde padeço de desejo
Estremeço só de pensar
Adoeço a alma sem ver-te
No teu corpo onde deliro
Sem medo do meu pecado
Entrego-me aos impulsos
Os meus olhos revelam-te
Todo o desejo escondido
Sem sensatez entrego-me
A ti desta louca loucura
Nesta destemida aventura
Deste segredo tão só nosso.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca


 Porque hoje é um dia especial parabéns amor 
  - que venham muitos mais 12-01-1985. Amo-te 



quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

TERRA QUENTE FRIA



TERRA QUENTE FRIA

Estas fragas da serra que eu tanto amo
Estas estevas que me aquecem o peito
Este ar que os meus pulmões respiram
Esta terra que vive agarrada a minha pele.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

sábado, 2 de janeiro de 2016

FRASE- OLHAR


இڿڰۣ¸♥¸

De quem é esse olhar
- Que lá de tão longe me olha
Com os olhos que já foram os meus
     -  Que me cega com o brilho dos teus.


Isabel Morais Ribeiro Fonseca