domingo, 22 de maio de 2016

TEMPO








TEMPO

Sou o tempo esquecido
Enterrado no meu corpo
Sou o tempo que passa
Sem princípio, sem fim
Sou o tempo que perdido
Está na minha seca alma
Sou o tempo deste amor
Vivido com intensa paixão
Sou o tempo desta vida
Que me dá a cruz do dia.

╭✿ ♥╭✿

Isabel Morais Ribeiro Fonseca