sábado, 25 de março de 2017

SONHO IM/PERFEITO

SONHO IM/PERFEITO


Procuro e já nada deixo
Desvendo no desespero
Sinto-me a morrer sem saber
Neste lento escoar que sinto

Mas creio saber esquecer
O caminho que percorro
Mesmo sem de mim saber
Que vivo de utopias mortas

No vácuo daquilo que sinto
Ou creio saber sem dar nada
Neste meu mundo de defeitos
De tanta gentinha im/perfeita

Que julgam ser a perfeição
Mundo cruel  que me afasto
Deixando para trás tantas vezes
Sonhos que o vento leva na ilusão.

 Isabel Morais Ribeiro Fonseca